• Área
  • Tipo
  • Nível de acesso

Artigos

Contabilidade e Tributos
Publicado em 16 de June de 2017 em Contabilidade e Tributos

Qual é a relevância do profissional de Contabilidade nas empresas?

Por Clipping - Dia a Dia Tributário
julio_cosentino__vice_presidente_da_certisign_credito_certisign_divulgacao-1477067.jpg (228.56 kB

Julio Cosentino, vice-presidente da Certisign e presidente da ANCD (Associação Nacional de Certificação Digital), responde.


A contabilidade é uma das profissões mais antigas do mundo. Existem registros do uso dela, de maneira simplificada, com os fenícios, que contabilizavam o que era realizado em cada transação - a venda e o dinheiro recebido. Também já foram encontrados escritos da Babilônia, que mostravam a cobrança de impostos.


Já a contabilidade moderna, podemos creditar para o monge franciscano e matemático italiano Luca Pacioli. O livro "Summa de Arithmetica, Geometria, Proportioni et Proportionalità" (Conhecimentos de Aritmética, Geometria, Proporção e Proporcionalidade), no qual foi exposto o método das Partidas Dobradas ou Método Veneziano, que, basicamente, diz que a operação de uma empresa pode ser representada por diferentes variáveis, as chamadas contas e isto em 1494, trouxe para o mundo um novo olhar, uma nova realidade para contabilidade.


Hoje, o real papel do contabilista é muito maior. Sabemos que o contabilista não é mais aquele profissional que chega ao escritório do cliente com o livro de contas a pagar e receber, ou até mesmo dos tributos, debaixo do braço e apenas informa o empresário sobre andamento dessas atividades.


Os processos se digitalizaram na mesma medida em que os contabilistas aprimoraram seus conhecimentos, tornando-se conselheiros e peças fundamentais na tomada de decisão. Agora, o profissional contábil é capaz de mostrar informações que podem ser utilizadas para o crescimento dos rendimentos das empresas.


Essa relevância pode ser traduzida em número: atualmente, no Brasil, existem mais de 530 mil profissionais da contabilidade, sendo que, destes, mais de 180 mil são contabilistas técnicos, de acordo com dados do Conselho Federal de Contabilidade (CFC). O aumento do número de profissionais a cada ano é visível, visto a importância que a profissão vem ganhando nestes últimos tempos.


Junto com a digitalização chegou a esses profissionais a exigência do uso do Certificado Digital, que gerou uma transformação importante e exigiu flexibilidade e mudança de hábitos. Rapidamente, eles aderiram à tecnologia e desde então tornaram-se os maiores incentivadores do uso dela. Afinal, com o Certificado eles ganharam mais agilidade na rotina do escritório e transparência nos processos.


O Certificado Digital também trouxe um grande aliado, e porque não benefício, para o contador: o tempo! Como quase tudo pode ser entregue de maneira digital, o Contador não precisa se deslocar para realizar a maior parte dos processos. Basta utilizar um Certificado Digital e pronto. Por consequência, ele ganhou mais qualidade de vida e mais tempo para se dedicar à gestão dos negócios: do próprio e de seus clientes.


E por falar na gestão de seu próprio negócio, os profissionais da contabilidade já usam o Certificado para outras aplicações, como a assinatura de contratos com seus clientes e fornecedores. Sim, de forma inteligente, eles estão migrando também os processos administrativos para o digital e, por consequência, estimulando o mesmo em seus clientes.


O processo é muito simples para ambas as partes envolvidas. Basta subir o contrato a ser assinado em um portal de assinaturas e definir os demais signatários. Com o Certificado e poucos cliques, ele assina o documento e a própria plataforma notifica o próximo signatário sobre a necessidade da assinatura. Rapidamente, sem caneta e papel e sem ter que chamar o cliente até o escritório para formalizar o serviço ou enviar o documento por meio de um portador.


O profissional da Contabilidade é sim, hoje, a chave para o crescimento de um negócio. Ele deve ser valorizado porque é comprometido com o desenvolvimento das empresas e, consequentemente, do País. 


Fonte: Jornal do Comércio RS

Comentários

Para comentar essa notícia é necessário ser assinante e efetuar o login.