• Área
  • Tipo
  • Nível de acesso

Notícias

Contabilidade e Tributos
Publicado em 9 de outubro de 2017 em Contabilidade e Tributos

Presidente do Banco Central debaterá política econômica na CAE

Por Clipping - Dia a Dia Tributário
Ilan Goldfajn

Presidente do Banco Central do Brasil, Ilan Goldfajn, em audiência pública na Comissão de Assuntos Econômicos (CAE), no dia 4 de abril deste ano - foto: Marcos Oliveira/Agência Senado

A Comissão de Assuntos Econômicos (CAE) promove na terça-feira (10) audiência pública com o presidente do Banco Central, Ilan Goldfajn, para discutir as diretrizes e perspectivas da política monetária. A reunião tem início às 10h, na sala 19 da Ala Alexandre Costa.

A realização desta audiência pública é prevista no artigo 99 do Regimento Interno do Senado Federal. De acordo com o dispositivo, caberá à CAE promover audiências públicas regulares com o presidente do Banco Central para discutir a implementação da política monetária.

As audiências públicas, de acordo com o dispositivo, serão realizadas na primeira quinzena de fevereiro, abril, julho e outubro, podendo haver alteração de datas decorrente de entendimento entre o colegiado e a instituição. A última vez que Ilan Goldfajn esteve no Senado foi em abril.

A CAE é presidida pelo senador Tasso Jereissati (PSDB-CE) e tem como vice-presidente o senador Garilbaldi Alves Filho (PMDB-RN).

Cade

Antes da audiência, deverão ser lidos os relatórios sobre dois indicados do governo para assumir assentos no Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade). São eles: Alexandre Cordeiro Macedo, indicado para o cargo de superintendente-geral (MSF 55/2017); e Polyanna Vilanova, indicada para o cargo de conselheira (MSF 56/2017). As indicações são relatadas, respectivamente, pelo senador Flexa Ribeiro (PSDB-PA) e pela senadora Simone Tebet (PMDB-MS).

COMO ACOMPANHAR E PARTICIPAR
Participe: 
http://bit.ly/audienciainterativa
Portal e-Cidadania:
www.senado.gov.br/ecidadania
Alô Senado (0800-612211) 


Fonte:
Agência Senado

Comentários

Para comentar essa notícia é necessário ser assinante e efetuar o login.