• Área
  • Tipo
  • Nível de acesso

Notícias

Contabilidade e Tributos
Publicado em 13 de June de 2016 em Contabilidade e Tributos

Jucergs inicia implantação da Junta Digital

Por Clipping - Dia a Dia Tributário
Paulo Roberto Kopschina

Jucergs inicia implantação da Junta Digital


A Junta Comercial do Rio Grande do Sul (Jucergs) inicia amanhã, dia 14, a implantação da Junta Digital, projeto através do qual será possível realizar os serviços de atos empresariais e autenticação de livros pela internet. O lançamento oficial do sistema ocorre no dia 29 e deve reunir representantes de outros sete estados que compõem a rede Integrar (Piauí, Roraima, Mato Grosso do Sul, Sergipe, Ceará, Goiás e Acre) e de Minas Gerais, responsável por repassar tecnologia e know how.


O Rio Grande do Sul será o primeiro da rede a adotar o novo modelo de abertura, alteração e extinção de empresas. "Vamos tornar mais fácil a vida dos empreendedores. Os contadores e empresários poderão emitir o contrato social de casa, e realizar praticamente todas as entradas de documentos sem ter de sair do escritório", destaca o presidente da Jucergs, Paulo Roberto Kopschina. Para usufruir do serviço, bastará ter acesso à internet, possuir certificado digital e disponibilizar os arquivos no formato exigido.


A Junta Digital traz benefícios também à administração pública, como a redução de custos de papel. Desde 2009, todos os novos processos "já saem digitalizados", garante Kopschina. Do total de documentos em acervo físico da Jucergs, 24 milhões, 8 milhões já foram colocados em ambiente digital. A expectativa é finalizar esse trabalho até dezembro de 2017.


O projeto irá integrar os 57 escritórios regionais da Jucergs. "Os maiores beneficiados devem ser os pequenos municípios, onde a abertura de uma empresa ainda exige que se percorra uma pequena via sacra", diz Kopschina.


A adoção da Junta Digital é complementar à Rede Nacional para a Simplificação do Registro e Legalização de Empresas e Negócios (Redesim), fruto de uma parceria entre governo do Estado, por meio da Jucergs, Sebrae/RS e prefeituras. O propósito é simplificar e desburocratizar o registro e a legalização de empresas. Hoje, todo o processo é centralizado em um único espaço, normalmente na prefeitura, e cerca de 25 mil processos são protocolados mensalmente na Jucergs. "A corrida de obstáculos acaba, agora será a corrida da imagem", complementa.




Fonte: Jornal do Comércio - RS

Comentários

Para comentar essa notícia é necessário ser assinante e efetuar o login.